Next
Previous

domingo, 3 de junho de 2018

Os felinos invadem as escolas


Cada vez mais, os gatos estão se tornando tema em sala de aula. Muitas escolas estão adotando essa realidade com o objetivo de sensibilizar os mais novos a respeitar a natureza e os animais. Eu, simplesmente, adoro essa postura e acredito que todos só têm a ganhar.

É o caso de uma escola de Lisboa, onde Cloe de 9 anos, resolveu trabalhar o mundo felino, na feira de ciências. Ela apresentou as características dos gatos domésticos e dos gatos selvagens. Também falou sobre os gatos mais famosos do mundo e sobre curiosidades do mundo felino.

Trabalho da Cloe
Enquanto todos os seus colegas apresentaram os assuntos mais comuns, ela compartilhou com os alunos a sua experiência com gatos. Nasceu ladeada deles e seu amor não poderia ser diferente. “Eles são como irmãos para mim. Eu fiquei muito feliz ao mostrar para meus amigos que é muito bom cuidar bem de um bichinho em casa”, ressalta Cloe.

A gatinha Pepa também ficou feliz com tantos olhares e mimos dos amigos de Cloe. “Eles ficaram surpresos ao ver uma gata de verdade em sala de aula”. E o mais legal disso tudo é perceber que ela já tem essa preocupação em respeitar os gatinhos. Eu perguntei se ela achava que a vida seria melhor se todos os humanos criassem gatos. Ela respondeu rápido: “Eu acho que seria ótimo, mas nem todo mundo gosta de gatos. Seria muito bom para as crianças aprenderem a conviver umas com as outras, pois eles são um exemplo, precisamos respeitá-los”, diz.

Trabalho da Cloe
Conscientes desses nobres valores, essa postura vem crescendo pelo mundo. Em Coimbra, Portugal, o gatinho deficiente de uma orelha, batizado por Didi, é o aluno mais novo e “divertido” da escola. Ele faz parte do projeto “Os gatos vão à escola”, do Serviço Médico Veterinário (SVM) de Coimbra, que permite instituições de ensino adotarem gatos que estão no gatil municipal.

Os jovens alunos aprendem que o respeito aos animais é um valor muito bonito. A escola está de parabéns, pois deu exemplo de responsabilidade, ao castrar, vacinar e vermifugar o animal, mostrando como se cuida de um gato.

Veja mais fotos:

Gata Pepa

Cloe e Gata Pepa
Cloe e Gata Pepa


domingo, 31 de dezembro de 2017

Cidades que aboliram queima de fogos ou adotaram fogos silenciosos


Já são muitas as cidades brasileiras que, em respeito aos animais, idosos e crianças - aboliram os fogos de artifício nas festas de virada de ano ou passaram a utilizar fogos silenciosos. Se você ainda não sabe, fique sabendo: fogos de artifício são um perigo para os animais!

Esta é uma excelente notícia. Sinal de que a consciência está crescendo e de que a pressão exercida pelo movimento da proteção animal está surtindo efeito.

Quem sabe num futuro próximo, o exemplo seja seguido em todo o Brasil e nas cidades do mundo inteiro.


Segue a relação atualizada dos mais novos municípios amigos dos animais:

ABOLIRAM OS FOGOS:
- Alfenas (MG)
- Estiva (MG)
- Matão (SP)

ADOTARAM FOGOS SILENCIOSOS:
- Poços de Caldas (MG)
- Ponta Grossa (PR)
- Campos de Jordão (SP)
- Ubatuba (SP)
- Ilhabela (SP)
- Bauru (SP)
- Conchal (SP)
- Araçariguama (SP)
- São Vicente (SP)
- Peruíbe (SP)festas

Se a sua cidade ainda adota fogos barulhentos, siga estas minhas dicas para acalmar os animais na festa de reveillon.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...