terça-feira, 28 de maio de 2013

Flávio Gikovate fala sobre relação de animais e seres humanos

Posted in ,
Flávio Gikovate

Miau Miau, gateiras. A mamãe conversou com o famoso médico-psiquiatra, psicoterapeuta, conferencista e escritor, Flávio Gikovate, sobre a relação dos animais e seres humanos. Pruzzz!!! Apesar de sua vida super corrida, ele cedeu esta entrevista e revelou gostar muito de animais. Agora, ele tem mais um fã, só que felina. Miauuu! Flávio Gikovate gosta de ficar em casa nos finais de semana, quando tem mais tempo de se relacionar com seus animais, os 2 pastores alemães, Manin e Osho, e uma Fox Paulistinha, a Naná. 

Psiquiatra famoso das novelas da Globo e da vida real, seguido por milhões de pessoas, ele revela: “Aprendi também que os animais são mais competentes para entender do que pensávamos”. Leia aqui o que ele nos diz sobre esta relação tão bonita.

Que benefícios a relação com animais de estimação pode trazer para os adultos? O convívio entre eles pode desenvolver a sociabilidade em ambos?  
Acho que sim. Já houve experimentos desse tipo: dar um cão para uma criança autista ou mesmo para presos em cadeias. Parece que estimulam os sentimentos afetivos; Quanto ao animal, não há dúvida, mas quando aos humanos de pouca sensibilidade nem sempre há avanços muito relevantes. Quanto à sociabilidade dos humanos, penso que sair para passear com o animal facilita o contato com outras pessoas que estão na mesma situação.

Raça Fox Paulistinha

Muitos humanos estão criando animais de estimação como se fossem filhos. Alguns nem filhos querem ter, basta os animais. Até que ponto pode ir esse amor?
Não creio que deva ser assunto para reflexão séria: muitos realmente preferem o convívio com o animal do que com crianças, que são mais exigentes e muito mais trabalhosas. Além disso, sem sempre as crianças trazem as gratificações e retornos que recebemos dos animais.

Como tratar crianças que costumam maltratar os animais? Se este hábito não for corrigido, elas se tornarão adultos violentos? 
Esse padrão de comportamento já costuma ser típico de crianças mais agressivas e mais difíceis  de serem educadas. Elas estão predispostas a distúrbios de personalidade que, no limite, correspondem às psicopatias. Não há como interferir sobre esse tipo de criança a não ser através da razão (conversa e não violência contra elas) ou por meio de atitudes drásticas, tipo os pais ficarem “de mal” com elas por um tempo suficientemente grande para que elas entendam que não devem persistir nesse comportamento.

Pesquisas científicas comprovam cada vez mais que humanos que criam animais vivem mais e melhor. Como você visualiza isso?
As pesquisas que conheço dizem que os humanos que estabelecem elos sentimentais (com outros humanos e/ou com animais) são mais longevos. Acho que isso tem a ver com a alegria e a vontade de viver que os elos sentimentais produzem em nós.

10 comentários :

  1. Muito boa a entrevista, inclusive a coragem de dizer que é irrelevante julgar algumas pessoas que gostam mais de animais do que de crianças.Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu admiro muito a capacidade de leitura dele.

      Excluir
  2. Gostamos muito da entrevista, Lili
    Nós "bichinhos" somos mesmo tudo de bom
    Beijinhos e Ronrons e um ótimo feriado
    Com carinho de
    Pepi, Xixo, Juja e Jujuba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom thurminha cativa do meu blog! Beijos!

      Excluir
  3. Muito interessante essa matéria. Eu não tenho filhos, e não os tive pq a vida não me deu, mas crio muito bem meus bichanos e acho que eles me trazem uma alegria muito grande.
    Beijos, bom feriado pra vcs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo ...Deus sabe o melhor para cada uma de nós... e sei do seu carinho e amor incondicional com seus gatos.

      Excluir
  4. Aqui as gatas se chamam: Cecília, Eduarda, Antoniela e Anamaria.
    E a poodle Lana Cristina.

    ResponderExcluir
  5. Oi Lili, adorei a entrevista. Animais são mesmo tudo de bom para os seres humanos. É uma pena que muitos não entendam isso.

    Beijos, Néia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nikita você minha amiga felina cativa do blog! Sobre sua colocação, aos poucos a gente vai mudando estes pensamentos com bons exemplos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...